Mal-estar, mal estar, mau-estar ou mau estar

A forma correta de escrita é mal-estar, sendo um substantivo masculino composto hifenizado. As palavras mau-estar, mal estar e mau estar estão erradas. Mal-estar se refere a uma sensação física desagradável, bem como a uma inquietação indefinida ou a uma situação constrangedora, sendo sinônimo de indisposição, incômodo, enjoo, constrangimento, embaraço, vergonha, inquietação, ansiedade e insatisfação, entre outros.

Exemplos:

  • Não vou sair contigo porque estou sentindo uma mal-estar enorme.
  • A discussão terminou mas gerou um grande mal-estar no seio familiar.

Mal-estar é uma palavra formada através de composição por justaposição, ou seja, ocorre a formação de uma nova palavra partindo da junção de duas ou mais palavras: mal + estar. Neste substantivo composto, as palavras mal e estar mantêm sua autonomia, estando apenas justapostas. Devemos utilizar o advérbio mal porque é antônimo de bem, ou seja, mal-estar e bem-estar. Não devemos usar o adjetivo mau porque mau é antônimo de bom e não é correto dizer bom-estar.

Segundo o Novo Acordo Ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009, o hífen é utilizado em palavras compostas com os advérbios mal e bem quando a segunda palavra começa por vogal ou h. 
Exemplos: mal-estar e bem-estar, mal-humorado e bem-humorado,…

Quando a segunda palavra começa com consoante, ocorre a junção das palavras em compostos com os advérbios mal e bem, sendo eliminado o hífen.
Exemplos: malmandado, malcriado, benfeito, benquerente, …

Fique sabendo mais!
O advérbio bem pode continuar, contudo, sendo autônomo mesmo em palavras começadas com consoantes.
Exemplos: bem-vindo, bem-mandado, bem-criado, …

Palavra relacionada: mal-estar.

Outras dúvidas

Veja também

Mal-entendido ou mau-entendido Mal-estar, mal estar, mau-estar ou mau estarMalcriado, mal criado ou mal-criado