Botijão ou bujão

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas palavras estão corretas e existem na língua portuguesa. Sempre que quisermos referir um recipiente metálico que armazena produtos voláteis como o gás, podemos usar as palavras botijão ou bujão. A palavra botijão é tida como a mais correta e socialmente aceite, sendo o mais utilizada. A palavra bujão, embora com um uso mais popular, aparece em dicionários como sendo sinônimo de botijão.

Exemplos:
Vou comprar um botijão de gás.
Vou comprar um bujão de gás.

Qual o preço do botijão de gás?
Qual o preço do bujão de gás?

A palavra botijão é formada a partir de derivação sufixal, onde é acrescentado um sufixo a uma palavra já existente, alterando o sentido da mesma. Neste caso, o sufixo nominal aumentativo –ão é acrescentado ao substantivo botija. Este, de origem espanhola, se refere a um recipiente bojudo, com asas e gargalo fino e curto.

A palavra bujão tem sua origem na palavra em francês bouchon e se refere, principalmente a uma peça cilíndrica que veda um orifício, ou seja, rolha, bucha, tampão. Esta palavra é também usada com sentido de um recipiente que armazena produtos voláteis, sendo sinônimo de botijão. Neste sentido, é de se salientar que a palavra bujão é uma forma foneticamente corrompida da palavra botijão, característica de uma linguagem popular, que assume formas mais simplificadas com o uso.

Fique sabendo mais!
Além de botijão de gás e bujão de gás, também podemos utilizar os termos botija de gás, garrafa de gás e bilha de gás.

Palavras relacionadas: botijão, bujão.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também