Tudo bem ou tudo bom

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Podemos utilizar as expressões tudo bem ou tudo bom porque estas duas expressões existem na língua portuguesa e estão corretas, sendo muito utilizadas pelos falantes no dia a dia. Na expressão tudo bem estão implícitos os verbos ir ou estar, ou seja, tudo vai bem ou tudo está bem. Sendo bem um advérbio, se refere ao modo como as coisas estão ou ao modo como a pessoa está se sentindo, como vai a vida. Na expressão tudo bom apenas está implícito o verbo estar, ou seja, tudo está bom. Sendo bom um adjetivo, se refere à qualidade da situação, das coisas, da vida.

Tudo bem = está tudo bem, vai tudo bem, minha vida vai bem, eu estou bem, estou me sentindo bem.
Tudo bom = está tudo bom, minha vida está boa, as coisas estão boas, meu dia está bom, eu estou bom.

Conseguimos diferir situações em que utilizamos o advérbio bem e situação em que utilizamos o adjetivo bom. Bom é antônimo de mau e bem é antônimo de mal.

Bom tem sua origem na palavra em latim bonu. É um adjetivo muito utilizado no dia a dia, possuindo uma diversidade de significados. É sinônimo de bondoso, agradável, adequado, educado, competente, saboroso, favorável, salutar, curado, entre outros. Bom é antônimo de mau.

Exemplo:
- A comida está boa?
- Está tudo bom!

Bem tem sua origem na palavra em latim bene. É um advérbio muito utilizado no dia a dia, possuindo uma diversidade de significados. Refere-se a alguma coisa que foi feita ou que está à vontade, com saúde, em harmonia, em paz. É sinônimo de certo, direito, comodamente, perfeitamente, elegantemente, certamente, precisamente, claramente, entre outros. Bem é antônimo de mal.

Exemplo:
- Há algum problema?
- Não, está tudo bem!


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também