Sede ou cede

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Apresentam, contudo, significados diferentes, devendo ser usadas em situações diferentes.

Sede, enquanto substantivo, indica principalmente a vontade de beber. Com esse sentido, deve ser pronunciado com e fechado na primeira sílaba (ê). O substantivo sede pode indicar também uma cidade, empresa ou estabelecimento principal. Com esse sentido, deve ser pronunciado com e aberto na primeira sílaba (é).
Exemplo: Tenho sede. Há um bebedouro na sede da empresa?

Sede é também uma forma conjugada do verbo sedar (anestesiar). Deve ser pronunciado com e aberto na primeira sílaba (é).
Exemplo: Sede o gato para a operação, por favor.

Cede é uma forma conjugada do verbo ceder (abrir mão). Deve ser pronunciado com e aberto na primeira sílaba (é).
Exemplo: Ele nunca cede o lugar no ônibus.

Saiba mais sobre esta dúvida, em mais um vídeo simples e fácil de entender.

Substantivo sede

O substantivo feminino sede, pronunciado com e fechado (ê) na primeira sílaba, se refere à vontade de beber e a um desejo veemente ou ânsia, sendo sinônimo de secura, sequidão, desejo, ganância, ambição, impaciência e ansiedade. 

Quando pronunciado com e aberto (é) na primeira sílaba, sede se refere a um centro de uma ação: à cidade principal de uma divisão administrativa, ao estabelecimento principal de uma empresa, à igreja principal de uma diocese,...

Exemplos com sede (ê):

  • Não quero suco, obrigada! Estou com sede de água mesmo.
  • Aquele homem tem sede de vingança.

Exemplos com sede (é):

  • O recrutamento foi realizado na sede da empresa.
  • Os bispos se reuniram na sede episcopal.

Verbo sedar

Sede é a forma conjugada do verbo sedar na 1.ª e na 3.ª pessoa do singular do presente do subjuntivo e na 3.ª pessoa do singular do imperativo. O verbo sedar indica o ato de ministrar um sedativo e acalmar o que está agitado.

Verbo sedar - presente do subjuntivo:
(Que eu) sede
(Que tu) sedes
(Que ele) sede
(Que nós) sedemos
(Que vós) sedeis
(Que eles) sedem

Verbo sedar - imperativo:
(Eu) ---
(Tu) seda
(Ele) sede
(Nós) sedemos
(Vós) sedai
(Eles) sedem

Exemplos com sede no presente do subjuntivo:

  • O cirurgião está esperando que eu sede o paciente.
  • Você quer que o veterinário sede seu gato?

Exemplos com sede no imperativo:

  • Sede o cachorro, por favor.
  • Sede o paciente agora.

Nota: Sede é também forma conjugada no verbo ser na 2.ª pessoa do plural (vós) do imperativo: Sede forte! Essa forma verbal é, contudo, pouco utilizada. 

Verbo ceder

Cede é a forma conjugada do verbo ceder na 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo ou na 2.ª pessoa do singular do imperativo. O verbo ceder indica, principalmente, o ato de abrir mão de alguma coisa, de se dar por vencido ou de afrouxar.

Verbo ceder - presente do indicativo:
(Eu) cedo
(Tu) cedes
(Ele) cede
(Nós) cedemos
(Vós) cedeis
(Eles) cedem

Verbo ceder - imperativo:
(Eu) ---
(Tu) cede
(Ele) ceda
(Nós) cedamos
(Vós) cedei
(Eles) cedam

Exemplos com cede no presente do indicativo:

  • Ele cede sempre o seu lugar a grávidas e idosos.
  • Meu tio nunca cede em prol de ninguém.
  • Com muito peso em cima, a prateleira cede. 

Exemplos com cede no imperativo:

  • Cede o teu lugar ao senhor de bengala.
  • Se estiver difícil de aguentar, simplesmente cede!

Palavras relacionadas: sede, sedar, ceder.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também