Quanto a ou quanto à

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas formas podem estar corretas, dependendo da estrutura da frase. 

Quanto a é uma locução prepositiva que termina com a preposição a. Dependendo do termo seguinte, poderá ocorrer ou não contração com esse termo, ou seja, poderá ocorrer ou não crase:

  • Quanto a isso, nada sei.
  • Quanto a esse assunto, nada sei.
  • Quanto a essa situação, nada sei.
  • Quanto à ocorrência, nada sei.
  • Quanto ao acontecimento, nada sei.

A locução quanto a é sinônima de: em relação a, relativamente a, no que se refere a, sobre,…

Quanto à: Quando há crase?

A crase é a contração da preposição a com o artigo definido feminino a (a + a = à). Assim, ocorre crase apenas quando há um termo feminino determinado com um artigo definido após a preposição a. A existência de crase, ou seja, de uma contração, é indicada com a escrita do acento grave por cima da vogal a.

Exemplos com quanto à

  • Quanto à prova, foi mais difícil do que eu pensava.
  • Quanto à participação de todos no evento, não conte com isso.
  • Quanto à aprovação das propostas, está tudo pendente da direção.

Quando após a preposição a vem um termo determinado masculino, ocorre contração de igual forma entre a preposição a e o artigo definido masculino o (a + o = ao).

Exemplos com quanto ao

  • Quanto ao teste, foi mais difícil do que eu pensava.
  • Quanto ao comparecimento de todos no evento, não conte com isso.
  • Quanto ao reconhecimento das propostas, está tudo pendente da direção.

Quanto a: Quando não há crase?

Em diversas situações não ocorre crase, porque não há contração da preposição a com nenhum termo, mantendo-se sozinha. Isso acontece, por exemplo, antes da maior parte dos pronomes e antes de verbos.

Exemplos com quanto a

  • Quanto a isso, nada poderei fazer para resolver esse assunto.
  • Quanto a quem chegar tarde, provavelmente não poderá entrar.
  • Quanto a estudar mais, é essencial que você o faça.
  • Quanto a participar no seminário, terei de recusar.

Uso facultativo da crase

Em algumas situações, o uso da crase se torna facultativo. 

Antes de pronomes possessivos:

  • Quanto a sua proposta, ainda não foi aprovada pela direção.
  • Quanto à sua proposta, ainda não foi aprovada pela direção.
  • Quanto a seu pedido, ainda não foi aprovado pela direção.
  • Quanto ao seu pedido, ainda não foi aprovado pela direção.

Antes de substantivos próprios:

  • Quanto a Heloísa, ela não virá à festa.
  • Quanto à Heloísa, ela não virá à festa.
  • Quanto a Rogério, ele não virá à festa.
  • Quanto ao Rogério, ele não virá à festa.

Antes de expressões no plural:

  • Quanto a alunas estrangeiras, elas não poderão estar presentes.
  • Quanto às alunas estrangeiras, elas não poderão estar presentes.
  • Quanto a alunos estrangeiros, eles não poderão estar presentes.
  • Quanto aos alunos estrangeiros, eles não poderão estar presentes.

Palavra relacionada: quanto.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas