Comprei-o ou comprei ele

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Comprei-o é a forma correta. A construção frásica com o pronome pessoal reto ele está errada, porque o pronome ele nunca é utilizado como complemento verbal. O correto é a sua substituição pelo pronome oblíquo átono relativo à 3.ª pessoa do singular - o pronome o, ficando assim: comprei-o, levei-o, esperei-o, deixei-o, imaginei-o,…

O pronome pessoal ele, sendo um pronome pessoal do caso reto, assume a função de sujeito de uma oração. O pronome pessoal o, sendo um pronome pessoal do caso oblíquo átono, assume a função de objeto direto.

Exemplos:

  • O vestido? Comprei-o no mês passado, mas ainda não o usei.
  • Eu comprei-o numa loja no centro da cidade.
  • Comprei-o ontem e já o comi. Você também queria?

É comum ouvirmos, na linguagem oral, as seguintes construções frásicas: “Ajudei ele na arrumação do armário.” e “Encontrei ela na praia.”. Contudo, estas construções estão erradas! Nestas frases, os pronomes ele e ela não se estão referindo ao sujeito da ação, por isso não podem ser utilizados pronomes pessoais do caso reto. Têm que ser usados os pronomes oblíquos correspondentes: o e a.

Exemplos:

  • Ajudei-o na arrumação do armário.
  • Encontrei-a na praia.

Exemplos de pronomes pessoais oblíquos átonos:
1.ª pessoa do singular - me
2.ª pessoa do singular - te
3.ª pessoa do singular - o, a, se, lhe
1.ª pessoa do plural - nos
2.ª pessoa do plural - vos
3.ª pessoa do plural - os, as, se, lhes

Fique sabendo mais!
Existem pronomes pessoais oblíquos tônicos e átonos. 

Os pronomes pessoais oblíquos tônicos são sempre precedidos de uma preposição, como: para, a, de e com. Devem ser usados quando, na frase, o substantivo que substituem tem função de objeto indireto.

Os pronomes pessoais oblíquos átonos não são precedidos de uma preposição. Podem ser usados quando, na frase, o substantivo que substituem tem função de objeto direto (o, a, os, as) ou de objeto indireto (lhe, lhes).

Palavras relacionadas: ele, o.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também