Cerração ou serração

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A palavra cerração é muito usada pelos falantes, referindo-se, principalmente, a uma neblina densa, em terra ou mar. A palavra serração tem uma utilização mais reduzida, referindo-se, principalmente, ao ato de serrar, ou seja, cortar com serra. Assim, as duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, os seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes

Exemplos:

  • A cerração dificultava a visibilidade do mar. (cerração = neblina)
  • Os trabalhadores já começaram a serração das árvores. (serração = serragem) 

O substantivo feminino cerração se refere a uma neblina muito densa, ou seja, nevoeiro, bruma e névoa, bem como a uma ausência de luz, sendo também sinônima de escuridão, breu e trevas. Cerração indica ainda uma dificuldade em falar, devido a rouquidão ou sufocação e o ato de cerrar, ou seja, fechar: cerramento, encerro.

Exemplos:

  • Não se consegue ver nada com essa cerração.
  • Cuidado com a cerração na estrada.
  • Vou limpar a garganta, para ver se passa essa cerração.
  • Todos foram contra a cerração daquele teatro tão emblemático.

O substantivo feminino serração se refere à ação de serrar, cortar com serra, sendo sinônimo de: serragem, serramento e serradela. Pode indicar também uma oficina de serragem de madeira, ou seja, uma serraria ou engenho de serra.

Exemplos:

  • Esse barulho que você está ouvindo é da serração da madeira.
  • Você pode ir à serração e fazer uma encomenda para mim?

As palavras cerração e serração apresentam a mesma fonética, ou seja, são pronunciadas de forma igual, mas os seus significados e escritas são diferentes. A este tipo de palavras chamamos palavras homófonas. Na língua portuguesa, existem diversas palavras homófonas: cerração e serração, passo e paço, conserto e concerto, cela e sela, sinto e cinto, cozer e coser, acento e assento,…

Palavras relacionadas: cerração, serração.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Cérebro ou célebro Cerração ou serração Certeza ou certesa