Como escrever números por extenso?

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Escrever por extenso significa escrever por inteiro, sem abreviaturas ou algarismos.

  • Quarenta e sete (47);
  • Duzentos e cinquenta e quatro (254);
  • Nove mil oitocentos e setenta e seis (9876);
  • Vinte e cinco mil trezentos e noventa e um (25 391).

Números escritos por extenso (cardinais)

0 - zero 
1 - um 
2 - dois 
3 - três 
4 - quatro 
5 - cinco 
6 - seis 
7 - sete 
8 - oito 
9 - nove 
10 - dez 
11 - onze 
12 - doze 
13 - treze 
14 - quatorze ou catorze 
15- quinze 
16 - dezesseis 
17 - dezessete 
18 - dezoito 
19 - dezenove 
20 - vinte 
30 - trinta 
40 - quarenta 
50 - cinquenta 
60 - sessenta 
70 - setenta 
80 - oitenta 
90 - noventa 
100 - cem 
200 - duzentos 
300 - trezentos 
400 - quatrocentos 
500 - quinhentos 
600 - seiscentos 
700 - setecentos 
800 - oitocentos 
900 - novecentos 
1000 - mil 
2000 - dois mil 
3000 - três mil  
4000 - quatro mil 
5000 - cinco mil 
6000 - seis mil 
7000 - sete mil 
8000 - oito mil 
9000 - nove mil 
10 000 - dez mil 
100 000 - cem mil 
1 000 000 - um milhão 

Como escrever por extenso?

1. Deverá ser usada a conjunção e entre as centenas, dezenas e unidades:

  • Trinta e sete (37)
  • Duzentos e trinta e sete (237)
  • Duzentos e sete (207)

2. Na separação dos milhares e das centenas, a conjunção e apenas deverá ser usada quando o número termina nas centenas:

  • Cinco mil e quinhentos (5500)
  • Mil e trezentos (1300)
  • Oito mil e cem (8100)

3. Quando o número começa nos milhares e termina nas dezenas ou nas unidades, não deverá ser usada a conjunção e na separação das centenas, apenas na separação das restantes ordens:

  • Dois mil cento e vinte e cinco (2125)
  • Sete mil quatrocentos e noventa e um (7491)
  • Seis mil quinhentos e dez (6510)
  • Nove mil e trinta (9030)
  • Nove mil e três (9003)

4. Quando o número é muito grande, a leitura é feita por classes. A conjunção e é usada para separar os algarismos da classe mas não deverá ser usada para separar as classes. Não deverá ser usada nem a conjunção e nem a vírgula:

  • Trezentos e setenta e oito milhões vinte e sete mil trezentos e doze (378 027 312)
  • Duzentos e nove bilhões seiscentos e setenta milhões cento e vinte e três mil quatrocentos e dezoito (209 670 123 418)

Quando escrever por extenso?

Devem ser escritos por extenso:

  • numerais cardinais até ao dez;
  • numerais ordinais até ao décimo;
  • numerais cardinais cem e mil;
  • numerais fracionários;
  • números que iniciam uma frase;
  • entre outros.

Quando escrever com algarismos?

Devem ser escritos com algarismos:

  • numerais cardinais a partir do 11;
  • numerais ordinais a partir do 11.º;
  • numerais que indicam horas, datas, idades, valores monetários, porcentagens, graus de temperatura, comprimentos, pesos, áreas, resultados esportivos, resultados de votação,...;
  • entre outros.

Leia também: Escrever números: por extenso ou em algarismos?

Escrita por extenso de números decimais 

Os números decimais deverão ser concebidos e escritos como um todo, como se não tivessem vírgula. No fim, deverá ser referida a sua última casa decimal, que poderá ser a dos décimos (0,1), centésimos (0,01) ou milésimos (0,001):

  • Oito décimos (0,8);
  • Vinte e dois décimos (2,2);
  • Oitenta e cinco centésimos (0,85);
  • Mil seiscentos e cinquenta e dois milésimos (1,652).

Palavras relacionadas: número, extenso.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também