Te ou ti

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Te e ti são pronomes pessoais oblíquos. Ambos se referem à 2.ª pessoa do singular (tu).

Te é um pronome pessoal oblíquo átono, podendo assumir na frase a função de objeto direto ou de objeto indireto. Nunca deverá ser precedido de uma preposição.

Ti é um pronome pessoal oblíquo tônico, assumindo a função de objeto indireto numa frase. Deverá ser sempre precedido de uma preposição, como: para, a, de e com.

Exemplos com te

  • Eu te amo.
  • Deus te abençoe.
  • Eu não te disse?
  • Eu te falei nisso há muito tempo!
  • Ele ainda não te ligou?

Exemplos com ti

  • Isto é para ti.
  • O livro está atrás de ti.
  • Espero ou vou sem ti?
  • Não tenho nada contra ti.

É possível estabelecer uma relação entre os pronomes te e ti:

  • Eu TE amo. Eu amo a TI.
  • Eu TE espero. Eu espero por TI.

Essa mesma regra se aplica a outros pronomes oblíquos como se e si.

Pronomes pessoais oblíquos átonos:
1.ª pessoa do singular - me
2.ª pessoa do singular - te
3.ª pessoa do singular - o, a, se, lhe
1.ª pessoa do plural - nos
2.ª pessoa do plural - vos
3.ª pessoa do plural - os, as, se, lhes

Pronomes pessoais oblíquos tônicos:
1.ª pessoa do singular - mim, comigo
2.ª pessoa do singular - ti, contigo
3.ª pessoa do singular - ele, ela, si
1.ª pessoa do plural - nós, conosco
2.ª pessoa do plural - vós, convosco
3.ª pessoa do plural - eles, elas, si

Palavras relacionadas: te, ti.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas