O ou lhe

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

O e lhe são pronomes pessoais oblíquos átonos relativos à terceira pessoa do singular. São usados quando, na frase, o substantivo que substituem tem função de objeto direto (o, a, os, as) ou de objeto indireto (lhe, lhes). 

Exemplos com lhe

  • disse-lhe;
  • liguei-lhe;
  • desejei-lhe;
  • enviei-lhe;
  • mostrei-lhe;
  • … 

Exemplos com o

  • comprei-o;
  • paguei-o;
  • olhei-o;
  • esperei-o;
  • convidei-o;
  • ... 

Análise de uma frase:
Envolveu o irmão nos braços, dando ao irmão um abraço carinhoso.
objeto direto (quem?) = o irmão
objeto indireto (a quem?) = ao irmão 
Envolveu-o braços, dando-lhe um abraço carinhoso.

Lhe: objeto indireto 

O objeto indireto  completa o sentido de um verbo transitivo indireto, com a presença obrigatória de uma preposição, respondendo principalmente às perguntas de quê? para quê? de quem? a quem? para quem? em quem?, entre outras. 

  • O diretor ligou-lhe, mas ele não atendeu o telefone.
  • Enviei-lhes toda a correspondência.
  • Desejo-lhe as maiores felicidades do mundo.
  • Eu disse-lhe que não havia problema.

O: objeto direto

O objeto direto completa o sentido de um verbo transitivo direto, sem a presença obrigatória de uma preposição, respondendo principalmente às perguntas: o quê? ou quem?.

  • Eu encontrei-o numa loja no centro da cidade.
  • Comprei-o ontem e já o comi.
  • Ela ama-o muito.
  • O primo deixou-a sozinha.

É comum ouvirmos, na linguagem oral, as seguintes construções frásicas: “Ajudei ele na arrumação do armário.” e “Encontrei ela na praia.”. Contudo, estas construções estão erradas.

Nessas frases, os pronomes ele e ela não estão se referindo ao sujeito da ação, por isso não podem ser utilizados pronomes pessoais do caso reto. Têm que ser usados os pronomes oblíquos correspondentes: o e a.

  • Ajudei-o na arrumação do armário.
  • Encontrei-a na praia.

Verbos transitivos diretos e indiretos

Existem ainda verbos transitivos diretos e indiretos, que apresentam um sentido quando não exigem preposição e outro sentido quando exigem preposição.

Verbo pagar como transitivo direto:

  • Meu pai pagou o empréstimo.
  • Pagou o quê? O empréstimo.
  • Meu pai pagou-o.

Verbo pagar como transitivo indireto:

  • Eles pagaram ao garçom.
  • Pagaram a quem? Ao garçom.
  • Eles pagaram-lhe.

Palavras relacionadas: o, lhe.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também