Coriza ou corisa

A palavra coriza, com z, é a forma correta de escrita da palavra se quisermos referir um corrimento de mucosa nasal. 

Contudo, as duas palavras - com s e com z - existem na língua portuguesa e estão corretas, apresentando significados diferentes.

Coriza, com z, indicando secreção nasal, é a palavra mais utilizadas pelos falantes. Já a palavra corisa, com s, tem uma utilização reduzida, indicando várias espécies de percevejos aquáticos.

Coriza: secreção nasal

Coriza, com z, se refere a uma rinite aguda, alérgica ou infecciosa, com consequente secreção de mucosa nasal. Assim, coriza é sinônimo de ranho, muco, monco e defluxo.

Exemplos com coriza

  • Você conhece algum remédio natural para coriza?
  • Meu filho tem sempre coriza, passa os dias com o nariz escorrendo.
  • Estou ficando doente, tenho dor de garganta, coriza e rouquidão.

Coriza tem sua origem na palavra grega kóryza, pela palavra em latim coryza, devendo assim ser escrita com z na última sílaba: co-ri-za.

Corisa: percevejo aquático

Corisa, com s, é uma palavra pouco utilizada. Refere-se a um tipo de inseto hemíptero que engloba diferentes espécies de percevejos aquáticos.

Corisa tem sua origem na palavra grega Koris, devendo assim ser escrita com s.

Palavras relacionadas: corisa, coriza.

Veja também: