Boemia ou boêmia

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As palavras boemia ou boêmia estão corretas e existem na língua portuguesa. Podemos utilizar estas palavras sempre que quisermos referir o modo de vida de um boêmio, ou seja, uma vida airada, desregrada, sem preocupações, sendo sinônimo de vadiagem, vadiice, ociosidade, vagabundagem. Estas palavras podem significar também o conjunto de boêmios. A palavra boêmia é tida pelos dicionários como sendo a mais gramaticalmente correta, por mais se aproximar de seu étimo. Contudo, os falantes claramente privilegiam o uso da palavra boemia, sendo esta a forma mais socialmente aceita.

As palavras boemia e boêmia têm sua origem na palavra em francês bohême ou bohème e são um substantivo feminino. Em boemia (bo-e-mi-a) a sílaba tônica é o mi, sendo uma palavra paroxítona e em boêmia (bo-ê-mi-a) a sílaba tônica é o ê, sendo uma palavra proparoxítona.

Exemplos:
Quero viver para sempre nesta boêmia!
Quero viver para sempre nesta boemia!

Vivo fora dos padrões, desregradamente, numa alegre boêmia.
Vivo fora dos padrões, desregradamente, numa alegre boemia.

Este bairro já é conhecido por ser uma zona de bares e boêmia.
Este bairro já é conhecido por ser uma zona de bares e boemia.

Existem, na língua portuguesa, palavras que apresentam mais do que uma grafia correta. A estas palavras chamamos formas gráficas variantes. Embora haja sempre uma forma preferida e mais utilizada pelos falantes, todas as formas são corretas.

Existe uma parte da fonética que trata da acentuação tônica das palavras. Chama-se prosódia. Erros de prosódia são comuns. No caso de boemia ou boêmia não há erro, podendo ser uma palavra proparoxítona ou paroxítona.

Fique sabendo mais!
A palavra Boêmia, como substantivo próprio, se refere ao Reino da Boêmia, uma região situada na parte ocidental da República Tcheca, país da Europa Central.

Palavras relacionadas: boemia, boêmia.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também