Imprimido ou impresso

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As palavras imprimido e impresso existem na língua portuguesa e estão corretas. São duas formas equivalentes do particípio do verbo imprimir. 

Imprimir: verbo abundante

O verbo imprimir é um verbo abundante. Verbos abundantes são aqueles que possuem duas formas equivalentes no particípio, ou seja, particípio duplo com uma forma regular e outra irregular. 

Imprimido é o particípio regular e impresso é o particípio irregular. 

Infinitivo: imprimir, ganhar, pagar, morrer, extinguir,… 
Particípio regular: imprimido, ganhado, pagado, morrido, extinguido,… 
Particípio irregular: impresso, ganho, pago, morto, extinto,… 

Imprimir se refere ao ato de estampar, marcar ou fixar texto e imagem num determinado suporte, usando uma máquina ou técnicas próprias de impressão. Assim, refere-se também ao ato de editar, publicar. Imprimir significa ainda o ato de dar, conferir, incutir, transmitir, bem como o ato de aplicar, desferir, desfechar. 

Quando usar imprimido?

A forma regular imprimido se emprega preferencialmente na voz ativa, com os verbos auxiliares ter ou haver. 

  • Aquela impressora já havia imprimido cinquenta e cinco folhas. 
  • Eu pensei que ele tinha imprimido as camisas do evento. 

Quando usar impresso?

A forma irregular impresso se emprega preferencialmente na voz passiva com os verbos auxiliares ser ou estar. 

  • Estes folhetos já estão impressos há três dias. 
  • O livro foi impresso por uma só editora. 

Impresso: substantivo masculino

A palavra impresso também pode ser um substantivo comum masculino, significando um formulário, geralmente usado em repartições públicas, ou qualquer texto impresso, como um folheto, um livro, um panfleto. 

Exemplos com substantivo impresso

  • Você já preencheu os impressos da Receita Federal? 
  • Acabei de receber este impresso publicitário no correio.
     

Palavra relacionada: imprimir.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também