Começe ou comece

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é comece, sem cedilha. A palavra começe está errada, nunca devendo ser escrita com cê-cedilha.

Comece é a forma conjugada do verbo começar na 1.ª e na 3.ª pessoa do singular do presente do subjuntivo ou na 3.ª pessoa do singular do imperativo. 

Verbo começar - Presente do subjuntivo:
(Que eu) comece
(Que tu) comeces
(Que ele) comece
(Que nós) comecemos
(Que vós) comeceis
(Que eles) comecem

Verbo começar - Imperativo:
(Eu) ---
(Tu) começa
(Ele) comece
(Nós) comecemos
(Vós) começai
(Eles) comecem

O verbo começar indica o ato de dar início a alguma coisa, sendo sinônimo de iniciar e principiar.

Exemplos com comece

  • É necessário que ele comece a trabalhar rapidamente. (presente do subjuntivo)
  • Ele quer que eu comece a pintar a casa hoje. (presente do subjuntivo)
  • Não comece com birras! (imperativo)
  • Comece imediatamente a arrumar o seu quarto! (imperativo)

C ou ç? Quando usar a cedilha?

Segundo as regras fonéticas e ortográficas do português, nunca se usa ç antes da vogal i e da vogal e. Apenas é usado ç com a, o, u para obtenção do som /ss/. Assim, o grupo silábico fica ça, ce, ci, ço, çu, sendo lido como sa, se, si, so, su.

Conjugação do verbo conjugar

Quase todas as formas conjugadas do verbo começar são escritas com ç por serem maioritariamente seguidas de a ou o:

  • começava;
  • começaremos;
  • começasse;
  • começaríeis;
  • começou;
  • começando;
  • começo;
  • ...

As formas verbais escritas sem cê-cedilha são as que são seguidas por e, sendo escritas apenas com c:

Pretérito perfeito do indicativo:
eu comecei

Presente do subjuntivo:
que eu comece
que tu comeces
que ele comece
que nós comecemos
que vós comeceis
que eles comecem

Imperativo:
comece ele
comecemos nós
comecem eles

Palavra relacionada: começar.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também