Uso do hífen (-)

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

O novo acordo ortográfico trouxe algumas alterações às regras de hifenização da língua portuguesa. Aprenda quando e como usar o hífen (-) com 10 regras fáceis sobre o uso do hífen na nova ortografia!

Quando usar hífen nas palavras compostas?

REGRA 1: As palavras compostas sem elementos de ligação são escritas com hífen.

Palavras compostas escritas com hífen:

  • segunda-feira;
  • meio-dia;
  • arco-íris;
  • decreto-lei;
  • ano-luz;
  • guarda-chuva;
  • guarda-sol;
  • matéria-prima;
  • azul-escuro;
  • conta-gotas;
  • amor-perfeito;
  • ar-condicionado;
  • público-alvo;
  • quebra-cabeça.

Exceções à regra: O hífen não deverá ser usado nas palavras compostas quando já se perdeu esta noção de composição: paraquedas, paraquedista, paraquedismo, mandachuva, pontapé, madressilva, girassol.

REGRA 2: Os substantivos compostos formados com elementos de ligação deverão ser escritos sem hífen, passando a ser considerados locuções.

Locuções escritas sem hífen:

  • fim de semana;
  • dia a dia;
  • sala de jantar;
  • mão de obra;
  • pôr do sol;
  • cão de guarda;
  • cor de vinho;
  • café com leite;
  • cara de pau;
  • lua de mel;
  • mula sem cabeça.

Exceções à regra: Algumas locuções são escritas com hífen, por serem já consagradas pelo uso: cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, arco-da-velha, água-de-colônia, ao deus-dará, à queima-roupa.

REGRA 3: As palavras que nomeiam espécies botânicas e zoológicas são sempre escritas com hífen.

Espécies botânicas e zoológicas escritas com hífen:

  • bem-te-vi;
  • bem-me-quer;
  • erva-do-chá;
  • erva-doce;
  • couve-flor;
  • abóbora-menina;
  • andorinha-do-mar.

REGRA 4: Nas palavras compostas com bem e mal, devem ser escritas com hífen quando a segunda palavra começa por vogal ou h.

Palavras com bem e mal escritas com hífen:

  • mal-estar;
  • bem-estar;
  • mal-humorado;
  • bem-humorado;
  • mal-amado;
  • bem-amado.

Exceções à regra: Algumas palavras formadas com bem são escritas com hífen, mesmo quando começadas por outras consoantes: bem-vindo, bem-visto, bem-criado, bem-nascido, bem-falante.

REGRA 5: As palavras compostas com além, aquém, recém e sem deverão ser escritas com hífen.

Palavras com além, aquém, recém e sem escritas com hífen:

  • recém-casado;
  • recém-nascido;
  • recém-chegado;
  • sem-vergonha;
  • sem-cerimónia;
  • sem-fim;
  • além-fronteiras;
  • além-mar;
  • aquém-mar.

REGRA 6: Os encadeamentos vocabulares que marcam a associação de palavras relacionadas deverão ser escritos com hífen.

Encadeamentos vocabulares com hífen:

  • ponte Rio-Niterói;
  • rodovia Rio-Santos;
  • jogo Fla-Flu.

Quando usar hífen nas palavras com prefixos?

REGRA 7: O hífen deverá ser usado quando o prefixo termina com a mesma letra que começa a segunda palavra e quando a segunda palavra começa com h.

Palavras com prefixo escritas com hífen:

  • micro-ondas;
  • micro-organismo;
  • anti-inflamatório;
  • anti-higiênico;
  • contra-ataque;
  • contra-atacante;
  • sobre-humano;
  • sobre-erguer.

REGRA 8: O hífen não deverá ser usado quando a segunda palavra começa com uma letra diferente da última letra do prefixo.

Palavras com prefixo escritas sem hífen:

  • anticoncepcional;
  • antivírus;
  • autoestima;
  • infraestrutura;
  • contracheque;
  • contraproposta;
  • sobreaviso;
  • sobrenatural;
  • microbiologista.

REGRA 9: O hífen não deverá ser usado prefixo termina em vogal e a segunda palavra começa com as consoantes r ou s, mas estas consoantes deverão ser duplicadas.

Palavras com prefixo escritas com ss e rr:

  • antissocial;
  • antirrugas;
  • contrassenso;
  • contrarreforma;
  • autorretrato;
  • autossuficiente;
  • semirreta;
  • microssegundo.

Exceções à regra: Algumas palavras escritas com prefixo são escritas com hífen, mesmo sem encaixarem nas regras acima apresentadas:

  • vice-presidente;
  • vice-diretor;
  • vice-coordenador;
  • ex-presidente;
  • ex-diretor;
  • pós-graducação;
  • pré-fabricado;
  • pré-escola;
  • sub-bibliotecário;
  • sub-região;
  • circum-navegação;
  • pan-americano.

Saiba mais sobre casos específicos para o uso de hífen em palavras com prefixos.

Quando usar hífen na colocação pronominal?

REGRA 10: O hífen é utilizado na colocação pronominal, na ênclise e na mesóclise, ligando o pronome oblíquo átono ao verbo.

Colocação pronominal com hífen:

  • emprestou-me;
  • disse-lhe;
  • vê-lo;
  • dei-lhe;
  • abri-lo;
  • dir-te-ia;
  • emprestar-me-á.

Exceções à regra: As formas monossilábicas do verbo haver não deverão ser escritas com hífen quando conjugado com a preposição de: hei de, hás de, há de, hão de.

Aprenda a usar o hífen com as dicas úteis do vídeo abaixo:

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também