Seminovo ou semi-novo

A forma correta de escrita da palavra é seminovo, sem hífen. A palavra semi-novo está errada. Devemos utilizar o adjetivo seminovo sempre que quisermos referir alguma coisa que é quase nova, ou seja, que foi pouco usada. É um termo frequentemente utilizado na venda de carros com pouco uso.

Exemplos:

  • Vendemos carros novos, seminovos e usados.
  • Não sei se compro um seminovo ou um zero quilômetro.
  • Quais as vantagens de comprar um veículo seminovo?

A palavra seminovo é formada a partir de derivação prefixal, ou seja, é acrescentado um prefixo a uma palavra já existente, alterando o sentido da mesma. Neste caso, houve a junção do prefixo semi- ao adjetivo novo: semi- + novo. 

As palavras que utilizamos atualmente na língua portuguesa têm prefixos de origem grega ou latina. O prefixo semi- é de origem latina e transmite a noção de quase, meio e metade.

Segundo o Novo Acordo Ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009, o hífen é utilizado quando o prefixo termina com a mesma letra que começa a segunda palavra ou quando a segunda palavra começa com h. 
Exemplos: semi-humano, semi-hipnotizado, semi-improvisado, semi-inconsciente,…

Em todas as outras situações, o prefixo é escrito junto à palavra já existente. Salienta-se que nas formações em que o prefixo termina em vogal e a segunda palavra começa com as consoantes r ou s, estas consoantes deverão ser duplicadas.
Exemplos: seminovo, semicírculo, semifinal, semianalfabeto, semirreta, semissólido,… 

Palavra relacionada: seminovo.

Outras dúvidas

Veja também