Rastro ou rasto

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas palavras estão corretas e existem na língua portuguesa. Podemos utilizar os substantivos masculinos rastro ou rasto sempre que quisermos referir um vestígio ou uma pegada de alguém ou alguma coisa que passou, bem como referir um indício ou um sinal que indica alguma coisa que pode ser feita ou descoberta. Estas palavras referem-se também a um ancinho de ferro usado para abrir sulcos na terra. As palavras rastro e rasto são também utilizadas em expressões como: estar de rastro/rasto, pôr de rastro/rasto, estar no rastro/rasto, enredar o rastro/rasto,... A palavra rastro é a mais utilizada no português do Brasil enquanto a palavra rasto é a mais utilizada no português de Portugal.

As palavras rastro e rasto têm sua origem na palavra em latim rastrum. Assim, por se aproximar mais do seu étimo latino, a palavra rastro é tida, no Brasil, como sendo a mais correta e socialmente aceite, sendo a mais utilizada pelos falantes. A palavra rasto é uma variante de rastro.

Exemplos:
Vamos seguir este rastro e descobrir que animal passou por aqui.
Vamos seguir este rasto e descobrir que animal passou por aqui.

Suas ações deixaram um rastro de destruição e dor.
Suas ações deixaram um rasto de destruição e dor.

Não existe rastro de vida humana em outros planetas.
Não existe rasto de vida humana em outros planetas.

O detetive está no rastro dos ladrões.
O detetive está no rasto dos ladrões.

Existem, na língua portuguesa, palavras que apresentam mais do que uma grafia correta. A estas palavras chamamos formas gráficas variantes. Embora haja sempre uma forma preferida e mais utilizada pelos falantes, todas as formas são corretas.

Palavras relacionadas: rastro, rasto.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também