Pus ou puz

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é pus, com s. A palavra puz, com z, está errada. Pus, enquanto verbo, é a forma conjugada do verbo pôr na 1.ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo: eu pus. Enquanto substantivo, se refere a um líquido amarelado que se forma em feridas e infecções.

Pus: verbo pôr

Pus é a forma conjugada do verbo pôr no pretérito perfeito do indicativo, na 1.ª pessoa do singular: eu pus. 

Verbo pôr - Pretérito perfeito do indicativo:
(Eu) pus
(Tu) puseste
(Ele) pôs
(Nós) pusemos
(Vós) pusestes
(Eles) puseram

O verbo pôr tem sua origem na palavra em latim ponere e se refere ao ato de colocar, depositar, apoiar, pendurar, incluir, botar.

Exemplos com o verbo pus

  • Eu ainda não pus a mesa.
  • Eu pus o dinheiro na carteira. 
  • Eu não pus a culpa em ti.

S ou Z

Na língua portuguesa, apenas os verbos que têm z na sua forma infinitiva deverão ser conjugados com z, tal como diz (verbo dizer), fiz (verbo fazer) e traz (verbo trazer).

O verbo pôr e os verbos derivados de pôr, como compor, dispor e repor, que não têm z no infinitivo, deverão ser conjugados com s:

  • eu pus;
  • eu compus;
  • eu dispus;
  • eu repus;
  • eu propus;
  • ...

Nota: O mesmo acontece com o verbo querer, sem z no infinitivo, devendo ser escrito com s: eu quis, ele quis.

Pus: substantivo masculino

O pus é um líquido amarelado que se forma em feridas e infecções, sendo sinônimo de purulência, sânie e supuração.
Tem sua origem na palavra em latim pus, devendo assim ser escrito com s final.

Exemplos de pus como substantivo

  • Esta ferida está cheia de pus.
  • O médico disse que tenho placas de pus na garganta.
  • Como se forma o pus?

Palavras relacionadas: pus, pôr.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também