Por conta de ou por causa de

As duas expressões existem na língua portuguesa e estão corretas. São sinônimas na indicação de uma causa. Embora vários gramáticos e linguistas condenem o uso de por conta de como sinônimo de por causa de, essa acepção se encontra dicionarizada, sendo correta.

Exemplos:

  • Não viajei por causa da chuva.
  • Não viajei por conta da chuva.

Ainda assim, deverá ser privilegiado o uso da expressão por causa de na transmissão de uma razão, visto ser a mais apropriada para esse efeito, com mais antiguidade e reconhecimento pelos falantes. Além disso, deverá ser evitado o exagero que atualmente existe no uso da expressão por conta de.

A expressão por causa de indica a razão de algo ter acontecido, sendo sinônima de: devido a, por motivo de, em razão de, em virtude de, graças a e por obra de, entre outros.

Exemplos:

  • Haverá alterações na circulação automóvel por causa de obras rodoviárias.
  • O funcionário foi despedido por causa de um processo disciplinar.

A expressão por conta de indica que algo está sob a responsabilidade de alguém, sendo sinônima de: a cargo de, às custas de, sob a responsabilidade de. Pode significar também que algo é custeado ou financiado por alguém. é também sinônima de por causa de, indicando a causa de algo.

Exemplos - a cargo de:

  • Essa tarefa fica por minha conta.
  • A remodelação do escritório ficou por conta do novo decorador.

Exemplos - financiado por:

  • A sobremesa ficará por conta da casa. Voltem sempre!
  • O meu aparelho foi por conta de meus avós.

Exemplos - por causa de:

  • Haverá alterações na circulação automóvel por conta de obras rodoviárias.
  • O funcionário foi despedido por conta de um processo disciplinar.

Palavras relacionadas: conta, causa.

Outras dúvidas

Veja também