Paulista e paulistano

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Paulista e paulistano são adjetivos referentes a São Paulo

A diferença entre paulista e paulistano é:

  • Paulista indica a pessoa que nasceu no estado de São Paulo.
  • Paulistano indica a pessoa que nasceu na cidade de São Paulo.

Assim, todo paulistano é paulista, mas nem todo paulista é paulistano:

  • Eu sou paulista e paulistano porque nasci na cidade de São Paulo, que é a capital do estado de São Paulo.
  • Eu sou paulista, porque nasci no estado de São Paulo, mas não sou paulistano, porque nasci em Campinas.
  • Eu sou paulista, porque nasci no estado de São Paulo, mas não sou paulistano, porque nasci em São José dos Campos.

As palavras paulista e paulistano são gentílicos, também chamados de adjetivos pátrios, porque classificam as pessoas conforme o local onde nascem e habitam ou de onde procedem.

Gentílicos de outros estados brasileiros

A confusão entre paulista e paulistano acontece porque o estado de São Paulo e a sua capital têm o mesmo nome: São Paulo. 

Essa situação acontece também com o estado e a cidade do Rio de Janeiro. Tal como acontece com São Paulo, também há uma distinção. Quem nasce no estado do Rio de Janeiro é fluminense e quem nasce na cidade do Rio de janeiro é carioca.

Nos restantes estados isso não ocorre. Pode é haver dois adjetivos gentílicos com o mesmo significado, como alagoano e alagoense, que indicam uma pessoa que nasce e vive no estado de Alagoas.

Adjetivos pátrios dos estados e capitais brasileiras

  • Acre e Rio Branco: acriano e rio-branquense;
  • Alagoas e Maceió: alagoano e maceioense;
  • Amapá e Macapá: amapaense e macapaense;
  • Amazonas e Manaus: amazonense e manauense;
  • Bahia e Salvador: baiano e soteropolitano;
  • Ceará e Fortaleza: cearense e fortalezense;
  • Distrito Federal e Brasília: brasiliense;
  • Espírito Santo e Vitória: espírito-santense e vitoriense;
  • Goiás e Goiânia: goiano e goianiense;
  • Maranhão e São Luís: maranhense e são-luisense;
  • Mato Grosso e Cuiabá: mato-grossense e cuiabano;
  • Mato Grosso do Sul e Campo Grande: mato-grossense-do-sul e campo-grandense;
  • Minas Gerais e Belo Horizonte: mineiro e belo-horizontino;
  • Pará e Belém: paraense e belenense;
  • Paraíba e João Pessoa: paraibano e pessoense;
  • Paraná e Curitiba: paranaense e curitibano;
  • Pernambuco e Recife: pernambucano e recifense;
  • Piauí e Teresina: piauiense e teresinense;
  • Rio de Janeiro e Rio de Janeiro: fluminense e carioca;
  • Rio Grande do Norte e Natal: rio-grandense-do-norte e natalense;
  • Rio Grande do Sul e Porto Alegre: rio-grandense-do-sul e porto-alegrense;
  • Rondônia e Porto Velho: rondoniense e porto-velhense;
  • Roraima e Boa Vista: roraimense e boa-vistense;
  • Santa Catarina e Florianópolis: catarinense e florianopolitano;
  • São Paulo e São Paulo: paulista e paulistano;
  • Sergipe e Aracaju: sergipano e aracajuano;
  • Tocantins e Palmas: tocantinense e palmense.

Palavras relacionadas: paulista, paulistano.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também