Opróbrio ou opróbio

A forma correta de escrita da palavra é opróbrio. A palavra opróbio está errada. Devemos utilizar o substantivo masculino opróbrio sempre que quisermos referir uma grande desonra pública e tudo aquilo que humilha e degrada, sendo sinônimo de degradação, humilhação, vexame, vergonha, indignidade e demérito, bem como de infâmia, sordidez, abjeção e baixeza. Opróbrio pode significar ainda uma afronta ou injúria, ou seja, um desacato, insulto, ofensa, desconsideração, desfeita, ultraje,… 

Exemplos:

  • O comportamento do estudante cobriu de opróbrio a história daquela universidade.
  • Haverá maior opróbrio do que a realidade da nossa sociedade francamente exposta? 
  • Enquanto eu for a responsável, ninguém sofrerá opróbrios.

A palavra opróbrio tem sua origem na palavra em latim opprobrium, devendo assim ser escrita com r na segunda e na terceira sílaba, formando as sílabas pró e bri: o – pró – bri – o. A palavra oprobrioso, cognata de opróbrio, deverá também ser escrita com pr e br na segunda e na terceira sílaba. 

Existe uma parte da fonética que trata da correta articulação dos grupos vocálicos e dos fonemas consonantais. Chama-se ortoépia. No caso de opróbio, erradamente se omite o r da sílaba bri, a terceira sílaba da palavra opróbrio. A omissão da letra r na pronúncia desta palavra se deve, possivelmente, à difícil articulação de duas sílabas seguidas com a consoante r. O mesmo erro de pronúncia ocorre em outras palavras com r em sílabas seguidas como o errado própio em vez do correto próprio, o errado pertubar em vez do correto perturbar ou o errado frustar em vez do correto frustrar.

Palavra relacionada: opróbrio.

Outras dúvidas

Veja também