O novo acordo ortográfico e a acentuação gráfica

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

O novo acordo ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009, trouxe algumas alterações às regras de acentuação da língua portuguesa.

Idéia ou ideia? Européia ou europeia? Jóia ou joia? Paranóia ou paranoia?

A forma correta de escrita das palavras é: ideia, europeia, joia e paranoia.

Regra de acentuação: ditongos abertos oi e ei

Segundo as regras de acentuação do novo acordo ortográfico, foi abolido o acento agudo nos ditongos abertos oi e ei nas palavras paroxítonas.

Palavras com éi antes do acordo: idéia, européia, alcatéia, geléia, platéia,…
Palavras com ei depois do acordo: ideia, europeia, alcateia, geleia, plateia,…

Palavras com ói antes do acordo: jibóia, bóia, paranóia, heróico, jóia, …
Palavras com oi depois do acordo: jiboia, boia, paranoia, heroico, joia, …

Atenção! Palavras oxítonas continuam acentuadas!

O acento agudo foi abolido apenas nas palavras paroxítonas. Nas palavras oxítonas e nos monossílabos tônicos mantém-se o acento agudo nos ditongos ei e oi: pastéis, papéis, anéis, herói, dói, corrói,…

Dêem ou deem? Lêem ou leem? Vêem ou veem? Crêem ou creem?

A forma correta de escrita das palavras é: deem, leem, veem e creem.

Regra de acentuação: ditongos ee

Segundo as regras de acentuação do novo acordo ortográfico, foi abolido o acento circunflexo nos ditongos ee nas palavras paroxítonas.

Palavras com êe antes do acordo: eles dêem, eles crêem, eles lêem, eles vêem, …
Palavras com ee depois do acordo: eles deem, eles creem, eles leem, eles veem,…

Vôo ou voo? Enjôo ou enjoo? Abençôo ou abençoo? Perdôo ou perdoo?

A forma correta de escrita das palavras é: voo, enjoo, abençoo e perdoo.

Regra de acentuação: ditongos oo

Segundo as regras de acentuação do novo acordo ortográfico, foi abolido o acento circunflexo nos ditongos oo nas palavras paroxítonas.

Palavras terminadas em ôo antes do acordo: abençôo, perdôo, vôo, magôo, enjôo, ...
Palavras terminadas em oo depois do acordo: abençoo, perdoo, voo, magoo, enjoo, ...

Baiúca ou baiuca? Feiúra ou feiura?

A forma correta de escrita das palavras é: baiuca e feiura.

Regra de acentuação: vogal i e na vogal u antes de ditongos

Segundo as regras de acentuação do Novo Acordo Ortográfico, foi abolido o acento agudo na vogal i e na vogal u quando precedidas de ditongos, nas palavras paroxítonas.

Palavras com í ou ú antes do acordo: baiúca, feiúra,…
Palavras com i ou u depois do acordo: baiuca, feiura,…

Freqüente ou frequente? Cinqüenta ou cinquenta? Tranqüilo ou tranquilo? Pingüim ou pinguim?

A forma correta de escrita das palavras é: frequente, cinquenta, tranquilo e pinguim.

Regra de acentuação: trema

Segundo as regras de acentuação do novo acordo ortográfico, o trema foi abolido de todas as palavras portuguesas e aportuguesadas, mantendo-se apenas em palavras derivadas de nomes próprios estrangeiros, como hübneriano (de Hübner) e mülleriano (de Müller).

Palavras com trema antes do acordo: cinqüenta, freqüente, conseqüência, seqüestro, lingüiça, pingüim, tranqüilo, agüentar, …
Palavras sem trema depois do acordo: cinquenta, frequente, consequência, sequestro, linguiça, pinguim, tranquilo, aguentar, …

Pára ou para? Pêra ou pera? Pólo ou polo? Pêlo ou pelo?

A forma correta de escrita das palavras é: para, pera, polo e pelo. 

Regra de acentuação: acento diferencial

Segundo as regras de acentuação do Novo Acordo Ortográfico, foi abolido o acento diferencial em alguns pares de palavras, sendo a distinção feita pelo contexto em que as palavras ocorrem.

Palavras com acento diferencial antes do acordo: pára, péla, pélo, pêlo, pólo, pêra.
Palavras sem acento diferencial depois do acordo: para, pela, pelo, pelo, polo, pera.

Atenção! 
Alguns acentos diferenciais permaneceram:
pôr e por;
pôde e pode.

Fôrma ou forma? Dêmos ou demos? Cantámos ou cantamos?

Todas essas palavras estão corretas. Em alguns casos, a utilização do acento é facultativa.

Regra de acentuação: acento diferencial facultativo

Segundo as regras de acentuação do Novo Acordo Ortográfico, a utilização do acento diferencial é facultativa em alguns casos, como na diferenciação entre a 1.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo e a 1.ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Palavras com acentos diferenciais facultativos:

  • fôrma e forma;
  • dêmos e demos;
  • amámos e amamos;
  • brincámos e brincamos. 

Bebê ou bebé? Purê ou puré? Bônus ou bónus? Fenômeno ou fenómeno?

A forma correta de escrita das palavras no português do Brasil é: bebê, purê, bônus e fenômeno. No português de Portugal, o correto é com acento agudo. 

Regra de acentuação: dupla grafia

Segundo as regras de acentuação do Novo Acordo Ortográfico, é possível a dupla grafia de uma palavra. O acento circunflexo é utilizado no português do Brasil e o acento agudo é usado no português de Portugal.

Palavras com dupla grafia

  • bebê e bebé;
  • purê e puré;
  • gêmeo e gémeo;
  • gênero e género;
  • matinê ou matiné;
  • cômodo e cómodo.

Enxágue ou enxague? Averígue ou averigue? Delínquo ou delinquo?

Todas essas palavras estão corretas. A forma acentuada é a mais usada no português do Brasil. No português de Portugal, o correto é a forma não acentuada.

Regra de acentuação: dois paradigmas de acentuação verbal

Segundo o Novo Acordo Ortográfico, alguns verbos podem apresentar dois paradigmas de conjugação, com pronúncias diferentes: formas rizotônicas acentuadas em vogais diferentes, com e sem acento gráfico.

Verbos com formas rizotônicas com acento gráfico: enxágua, averígue, delínquem, apazígua,...
Verbos com formas rizotônicas sem acento gráfico: enxagua, averigue, delinquem, apazigua,...

Tem ou têm? Vem ou vêm? Mantém ou mantêm? Contém ou contêm?

Todas essas palavras estão corretas. Devem ser usadas, contudo, em situações diferentes.

Regra de acentuação: acentuação verbal não alterada pelo acordo

Na língua portuguesa, os verbos ter e vir são conjugados sem acento agudo na 3.ª pessoa do singular e com acento circunflexo na 3.ª pessoa do plural. Já os verbos derivados dos verbos ter e vir são conjugados com acento agudo na 3. ª pessoa do singular e com acento circunflexo na 3 ª pessoa do plural.

Conjugação dos verbos ter e vir:

  • Ele tem - eles têm;
  • Ele vem - eles vêm.

Conjugação dos verbos derivados de ter e vir:

  • Ele mantém - eles mantêm;
  • Ele contém - eles contêm;
  • Ele retém - eles retêm;
  • Ele convém - eles convêm;
  • Ele advém - eles advêm.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também

O nécessaire ou a nécessaire O novo acordo ortográfico e a acentuação gráfica O ou lhe