Moléstia ou molesta

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, seus significados são diferentes, devendo ser usadas em situações diferentes. O substantivo moléstia indica, principalmente, uma doença. O adjetivo molesta, feminino de molesto indica, principalmente, algo incômodo e aborrecido.

Exemplos:

  • Ainda não foi identificado o mosquito transmissor da moléstia. (moléstia = doença)
  • Que situação tão molesta! (molesta = incômoda)

O substantivo moléstia, além de se referir a uma doença, pode indicar também uma inquietação, aflição ou incômodo moral. Com uso popular, se refere à raiva. Assim, moléstia é sinônimo de doença, mal-estar, achaque, indisposição, mal, sofrimento, inquietação, aflição, aborrecimento, contrariedade, raiva e hidrofobia, entre outros.

Exemplos:

  • Nunca tinha visto esse tipo de moléstia antes.   
  • Qual será a causa do agravamento da moléstia?
  • Nada vai conseguir tirar esta moléstia do meu coração.

O adjetivo molesta, além de indicar aquilo que incomoda e aborrece, se refere também ao que, sendo nocivo, causa doença. Indica ainda a qualidade do que é árduo, trabalhoso, mau e cruel.  Assim, molesto é sinônimo de incômodo, aborrecido, enfadonho, nocivo, prejudicial, árduo, penoso, difícil, pesado, mau, malvado, cruel e desalmado, entre outros.

Exemplos:

  • Sua atitude molesta está me irritando!
  • Este frio molesto ainda vai adoecer alguém!
  • Este trabalho molesto chegou, finalmente, ao fim.

Atenção!
Molesta pode ser também a forma conjugada do verbo molestar na 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo ou na 2.ª pessoa do singular do imperativo.

Exemplos:

  • Minha irmã não se molesta com nada.
  • Não se molesta ninguém! Nunca!

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também