Lauda e página: qual é a diferença?

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Página e lauda são dois termos usados no universo gráfico e editorial. 

Página e lauda podem ser entendidos como sinônimos, estando ambas dicionarizadas com o sentido de serem cada um dos lados de uma folha de papel. 

Apesar disso, em algumas profissões e contextos, há diferenças entre os dois conceitos.

Qual é a diferença entre lauda e página?

A diferença entre lauda e página é que a lauda é padronizada e a página não. A lauda tem como objetivo quantificar o texto existente, correspondendo a uma medida padrão. Já a página visa apenas estruturar uma informação, sem seguir qualquer padrão, podendo incluir um maior ou menor volume de texto.

O que é lauda?

A lauda é uma página padronizada segundo uma determinada medida de quantificação de texto. Embora existam diferentes medidas de lauda (1200 caracteres, 2100 caracteres, 1700 caracteres,…) todas definem a contagem de linhas e de toques, ou seja, de caracteres e de espaços em branco.

Exemplos com lauda

  • Enviarei o valor que cobro por lauda para serviços de revisão.
  • O serviço será remunerado por página ou por lauda?
  • Este texto apresenta 1700 caracteres por lauda.

Muitos revisores de textos preferem cobrar um trabalho por lauda, para que a remuneração seja de acordo com a quantidade de texto trabalhada, não havendo injustiças para nenhuma das partes.

O que é página?

A página é uma medida informal de estruturação de texto. Não corresponde a nenhum tamanho de papel ou quantidade de texto existente. Pode sofrer diferentes tipos de formatação e incluir imagens, gráficos e outros elementos que alteram a quantidade de texto existente em cada página.

Exemplos com página

  • Esta página da revista terá texto ou só imagens?
  • Ainda só li as dez primeiras páginas do tratado.
  • Nas três últimas páginas serão inseridos gráficos e tabelas.

Palavras relacionadas: lauda, página.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também