Intensão ou intenção

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Muitas pessoas pensam, erradamente, que a palavra intensão é um erro ortográfico. É uma palavra correta, apenas pouco utilizada.

Intenção, com ç, se refere a um propósito, plano ou desejo, indicando aquilo que se quer fazer ou alcançar: 

  • ter intenção;
  • minha intenção;
  • nossa intenção;
  • boa intenção;
  • má intenção;
  • sem intenção.

Intensão, com s, indica a um aumento de tensão, de força ou de energia. É também utilizada em áreas do saber mais específicas, como a fonética e a lógica.

Exemplos com intenção

  • Nunca foi minha intenção escrever um livro.
  • Tenho intenção de morar em outro estado.
  • Se te ofendi, foi sem intenção.

Exemplos com intensão

  • O médico verificou uma intensão na dor do paciente.
  • Os meios de comunicação informaram que haverá uma intensão do calor.

Origem das palavras intenção e intensão

Intenção tem sua origem na palavra em latim intentio, sofrendo a evolução habitual da terminação latina -tio para a terminação em português -ção, conforme aconteceu em diversas palavras, como contenção (contentio), menção (mentione) e prostração (prostrationis), entre outras.

Intensão tem sua origem na palavra em latim intensionis, mantendo o s do seu étimo latino.

Quer aprender de forma rápida e divertida? Assista ao vídeo para nunca mais confundir estas duas palavras.

Intenção e intensão: homônimos

As palavras intensão e intenção são palavras homônimas, ou seja, são pronunciadas da mesma forma e escritas de forma parecida, mas seus significados são diferentes. 

Existem diversas palavras homônimas na língua portuguesa:

  • cozer e coser;
  • cegar e segar;
  • serrar e cerrar;
  • concerto e conserto;
  • cinto e sinto.

Palavras relacionadas: intenção, intensão.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também