Herege ou hereje

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é herege. A palavra hereje está errada. Devemos utilizar a palavra herege sempre que quisermos referir uma pessoa que comete heresias, sendo um herético, profano, profanador, blasfemo, blasfemador, renegador, … Refere-se também uma pessoa que não tem religião, ou seja, um ateu, céptico, descrente, ímpio, incrédulo, irreligioso. Pode significar ainda uma pessoa que se opõe às ideias tradicionalmente admitidas, sendo um inconformista, um heterodoxo, um dissidente.

Exemplos:
Aquele herege está sempre questionando os dogmas do catolicismo.
Eu prefiro ser herege do que acreditar numa religião falsa e enganadora!
Seu comportamento herege e inconformista ainda vai causar problemas.

A palavra herege tem sua origem no grego hairetikós, pelo latim haereticus, pelo provençal heretge, devendo assim ser escrita com g e não com j. Herege pode ser um substantivo ou um adjetivo de dois gêneros, ou seja, uniforme, apresentando a mesma forma no masculino e no feminino: o herege/a herege; o homem herege/a mulher herege; a atitude herege/o comportamento herege. Na língua portuguesa, os adjetivos terminados em –e são adjetivos uniformes: ciente, doce, triste, terrestre, leve, pobre, competente, entre outros.

A troca entre g e j é um erro muito comum na língua portuguesa, se devendo ao fato das consoantes g e j representarem o mesmo fonema quando formam sílaba com a vogal i e com a vogal e: ge/je ou gi/ji.
Palavras com g: herege, tigela, tangerina, gengiva, rabugento,…
Palavras com j: gorjeta, traje, lojista, hoje, …

Palavra relacionada: herege.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também