Genro ou genrro

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é genro. A palavra genrro está errada. Devemos usar o substantivo masculino genro sempre que quisermos referir o marido da filha, em relação ao pai ou à mãe dela. Genro tem sua origem na palavra em latim generu.

Exemplos:
O meu genro que é engenheiro é o marido da minha filha mais velha.
Minha filha e meu genro vão de férias para o México.
Mesmo depois do divórcio, continuo me relacionando com o meu genro, o ex-marido da minha filha mais nova.

Segundo as regras fonéticas e ortográficas da língua portuguesa, a consoante r pode pronunciada com uma vibração mais fraca e curta ou mais forte e prolongada. No início das palavras, assume sempre uma pronúncia forte: roupa, rato, ridículo,… Quando aparece no meio das palavras, assume uma pronúncia fraca se aparece sozinha entre duas vogais, como em cara, mora, loira,… e uma pronúncia forte se aparece duplicada entre duas vogais, como em carro, terra, morro,… No caso de genro, assume uma pronúncia forte e com vibração prolongada não sendo necessário que se escreva com rr porque não se encontra entre duas vogais, mas sim entre uma consoante e uma vogal, tal como: enrolar, enredo, honrado, enraivecido,…

Assim, apenas com um r deverá ser escrita a palavra genro, bem como a palavra genrear, cognata de genro. O verbo genrear é usado como gíria e se refere ao ato de viver às custas dos sogros, sendo financeiramente dependente deles.

Fique sabendo mais!
O feminino de genro é nora, ou seja, a mulher do filho, em relação ao pai ou à mãe dele.

Palavra relacionada: genro.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também