Excesso, exceço ou ecesso

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é excesso. As palavras exceço e ecesso estão erradas. 

O substantivo masculino excesso indica tudo o que ultrapassa o normal e o aceitável, bem como tudo aquilo que sobra, sendo sinônimo de excedente, restante, resto. 

Refere-se também a um exagero e a um descomedimento, indicando qualquer tipo de imoderação, demasia e exorbitância. Excesso significa ainda qualquer tipo de abuso, violência e brutalidade. 

Exemplos com excesso

  • O uso de aerossóis em excesso prejudica o ambiente.
  • O excesso de mercadoria poderá desestabilizar o barco.
  • Estou cansada de lidar com seus excessos, não volte a tocar em mim!
  • Este dispositivo protege os sistemas elétricos do excesso de corrente elétrica.

Origem da palavra excesso

A palavra excesso tem sua origem na palavra em latim excessus, devendo assim ser escrita com x na primeira sílaba e com c na segunda sílaba, bem como com o dígrafo ss nas últimas duas sílabas: ex-ces-so. 

Também assim deverão ser escritas as palavras cognatas de excesso, como:

  • excessivo;
  • excessividade;
  • excessivismo.

Além disso, na língua portuguesa, os verbos terminados em -ceder, -gredir, -mitir e -cutir formam substantivos com ss:

  • exceder - excesso;
  • discutir - discussão;
  • regredir - regressão;
  • permitir - permissão;

Excesso e exceção: não confundir!

Não confunda a palavra excesso com a palavra exceção! Exceção e excesso não partilham o mesmo radical. São palavras distintas com significados e grafias distintas.

Exceção significa o ato de excluir ou excetuar.
Excesso é o resultado do ato de exceder.

Exemplos com excesso e exceção:

  • Na festa de casamento comi em excesso! (Comi muito, em exagero). 
  • Na festa de casamento comi de tudo, sem exceção! (Comi um pouco de tudo, provei todas as comidas).

Fique sabendo mais: os valores de x

Na língua portuguesa, a consoante x pode assumir várias pronúncias, representado os seguintes fonemas: ch, cs, z, ss, s. 

Contudo, não tem valor fonético, não devendo soar, quando aparece nos grupos xce e xci, como em excesso e excitação.
 

Palavra relacionada: excesso.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas