Esquisito, isquisito ou exquisito

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é esquisito. As palavras isquisito e exquisito estão erradas, não existindo no português. Devemos utilizar o adjetivo esquisito sempre que quisermos referir algo fora do comum, desconhecido e com aspecto feito, bem como algo difícil de explicar ou de encontrar. Esquisito pode se referir também a alguma coisa que tem requinte, a um lugar ermo ou a um caminho difícil. Assim, esquisito pode ser sinônimo de incomum, diferente, estranho, feio, incompreensível, raro, requintado, deserto e difícil, entre outros.
 
Exemplos:

  • Você está ouvindo este barulho esquisito?
  • Aquele aluno está apresentando um comportamento muito esquisito.
  • O mais esquisito foi que tudo aconteceu ao mesmo tempo.

A palavra esquisito tem sua origem na palavra em latim exquisitus, tendo o ex inicial evoluído para es no português. Muitas outras palavras latinas iniciadas com ex sofreram este mesmo processo de aportuguesamento da palavra, evoluindo para es, como estranho (do latim extraneus) e espantar (do latim expaventare). Assim, a palavra esquisito e as palavras cognatas de esquisito deverão ser escritas com es inicial, como esquisitice, esquisitão, esquisitona, esquisitório,…

Atenção!
É muito comum a confusão na escrita de palavras com ex- ou es-.
Palavras com ex- : extravagante, experiência, extrovertido, excerto, explicativo,…
Palavras com es- : espontâneo, esclarecer, estudantil, especial, específico,…

Fique sabendo mais!
No espanhol, existe a palavra exquisito, escrita com x, que significa algo primoroso, refinado, requintado e sofisticado.

Palavra relacionada: esquisito.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também

Esquentar ou aquecer Esquisito, isquisito ou exquisito Essa ou esta