Contudo ou com tudo

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As duas formas existem e estão corretas. Em se tratando de uma conjunção que liga orações, a forma correta de escrita da palavra é contudo e deve ser usada para indicar uma oposição a uma ideia anterior, sendo sinônima de mas. Com tudo, escrito separado, é utilizado para indicar uma quantidade, podendo o pronome tudo ser substituído por todas as coisas. 

Exemplos:

  • Ainda gosto de você, contudo não quero mais ser seu namorado. (Mas não quero mais ser seu namorado)
  • Tenho uma lista com tudo o que é necessário para a reunião. (Com todas as coisas necessárias para a reunião)

Contudo é uma conjunção coordenativa adversativa, usada para ligar orações, transmitindo uma ideia de oposição. Sendo uma conjunção, é invariável. É obrigatório o uso de uma vírgula antes da palavra contudo, caso esta não apareça no início da frase. Contudo é sinônimo de mas, porém, todavia e no entanto, entre outras.

Exemplos:

  • Gostava de ter sido aeromoça, contudo não tive essa oportunidade
  • Adoraria viajar pelo mundo, contudo não tenho dinheiro para isso.
  • Essas duas palavras estão corretas, sendo, contudo, pouco utilizadas pelos falantes.

A expressão com tudo é formada pela preposição com e pelo pronome indefinido tudo e transmite uma noção de quantidade, indicando que algo ou alguém está com todas as coisas. Assim, esta expressão admite as seguintes variações: com toda, com todas, com todo e com todos.

Exemplos:

  • Já enviei a encomenda com tudo o que você pediu.
  • Vou de férias para um hotel com tudo incluído.
  • Fui despedida, mas saio da empresa com tudo a que tenho direito.

Essa expressão é muito utilizada para indicar que alguém fez algo de forma muito dedicada, intensamente, de corpo e alma.

Exemplos:

  • Vai com tudo que vai dar certo!
  • Tenha fé e vá com tudo!
  • Ela veio com tudo pra cima de mim, exigindo respostas.

Palavras relacionadas: contudo, tudo.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também