Consulte-nos, nos consulte ou consultenos

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

As formas consulte-nos e nos consulte estão corretas, mas devem ser usadas em situações diferentes, de acordo com as regras da colocação pronominal. A palavra consultenos está errada. Um pronome oblíquo nunca deverá ser escrito junto a um verbo. 

Em consulte-nos, o pronome oblíquo nos está em ênclise, ou seja, colocado depois do verbo. Em nos consulte, o pronome oblíquo nos está em próclise, ou seja, antes do verbo.

Quando usar a ênclise?

A ênclise é a forma básica da colocação pronominal, sendo assim considerada mais correta a forma consulte-nos. Deverá ser essa a forma usada em comunicações oficiais, empresariais, comerciais,...

Além disso, é obrigatório o uso da ênclise quando o verbo estiver no início da frase, sendo errado iniciar frases com pronomes oblíquos.

Exemplos com consulte-nos

  • Consulte-nos para mais informações.
  • Consulte-nos em duvidas.dicio.com.br.
  • Consulte-nos por e-mail ou telefone.

Quando usar a próclise?

Apesar da próclise estar generalizada no Brasil, o seu uso deverá ser privilegiado apenas quando houver palavras atrativas que justifiquem o adiantamento do pronome, como palavras negativas, conjunções subordinativas, pronomes relativos, pronomes indefinidos, pronomes interrogativos,...

Exemplos com nos consulte

  • Não nos consulte durante o fim de semana.
  • Apenas nos consulte das 9h às 18h. 
  • Espero que nos consulte em breve.

Uso facultativo da próclise ou da ênclise.

No português do Brasil, por estar consagrado o uso da próclise, é facultativo o uso da próclise ou da ênclise nos casos em que o verbo não se encontra no início da frase, não havendo também situações que exijam uma determinada forma de colocação pronominal.

Exemplos de uso facultativo da próclise e da ênclise:

  • Você nos consulte ainda hoje, por favor!
  • Você consulte-nos ainda hoje, por favor!

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também

Conspurcar ou compuscar Consulte-nos, nos consulte ou consultenosConta-corrente ou conta corrente