Cujo ou cuja: quando usar?

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

O pronome relativo cujo é usado para indicar posse. Relaciona dois substantivos, indicando que um substantivo tem a posse de outro, ou seja, o que está referido no substantivo anterior tem a posse do que está indicado no substantivo posterior:

  • O pai cujo filho…
  • O pai cuja filha…
  • A avó cujo neto…
  • A avó cuja neta…

O uso do pronome relativo cujo permite a não repetição dos termos da oração, relacionando-os e sintetizando-os. Pode atuar como adjunto adnominal ou complemento nominal, introduzindo orações subordinadas adjetivas.

Exemplos com cujo e cuja

  • Não gosto de pessoas cujo comportamento é egocêntrico.
  • Apenas escolherão os alunos cujo desempenho corresponder ao esperado.
  • Este é o professor cuja obra foi recentemente publicada.

Cujo é sinônimo de: do qual, dos quais, da qual, das quais, de que e de quem.

  • Eu gosto de pessoas cuja alegria é contagiante.
  • Eu gosto de pessoas das quais alegria é contagiante.
  • Eu gosto de pessoas de quem alegria é contagiante.

Cujo, cuja, cujos, cujas: concordância em gênero e número

O pronome cujo concorda em gênero e número com o termo posterior, ou seja, com a coisa possuída:

  • cujo livro;
  • cujos livros;
  • cuja revista;
  • cujas revistas.

Exemplos de concordância em gênero e número:

  • Esta é a mãe cujo filho foi premiado.
  • Esta é a mãe cujos filhos foram premiados.
  • Esta é a mãe cuja filha foi premiada.
  • Esta é a mãe cujas filhas foram premiadas.

Cujo o: está errado!

As construções com o pronome relativo cujo seguido de um artigo definido estão erradas, porque o próprio pronome cujo sofre a flexão em gênero e número.

Construções erradas:

  • O senhor cujo o nome…
  • O senhor cuja a esposa…

Construções corretas:

  • O senhor cujo nome…
  • O senhor cuja esposa…

Cujo (cujo + o):

  • cujo apartamento;
  • cujo nome;
  • cujo filho.

Cujos (cujo + os):

  • cujos apartamentos;
  • cujos nomes;
  • cujos filhos.

Cuja (cujo + a):

  • cuja casa;
  • cuja assinatura;
  • cuja filha.

Cujas (cujo + as):

  • cujas casas;
  • cujas assinaturas;
  • cujas filhas.

De cujo, em cujo, a cujo: preposição antes do pronome cujo

É possível a presença de preposições antes do pronome cujo:

  • de cujo;
  • em cujo;
  • a cujo;
  • com cujo,
  • contra cujo.

Exemplos de preposição antes do pronome cujo:

  • Estes são os políticos em cujas promessas eu acreditei.
  • Aquele é o meu primo com cujos amigos não simpatizo.
  • Esta é a cozinheira de cuja comida todos gostam.

Palavras relacionadas: cujo, cuja.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também

Crina ou clina Cujo ou cuja: quando usar?Cumprimentar ou comprimentar