Coletivo de pássaros

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Para indicar um conjunto de pássaros, podemos utilizar diversos substantivos coletivos. Os mais utilizados são:

  • bando;
  • revoada;
  • passarada;
  • passarinhada;
  • passaredo. 

Exemplos com o coletivo de pássaros

  • O bando voava rapidamente, mudando várias vezes de direção.
  • A revoada voava rapidamente, mudando várias vezes de direção.
  • A passarada voava rapidamente, mudando várias vezes de direção.
  • A passarinhada voava rapidamente, mudando várias vezes de direção.
  • O passaredo voava rapidamente, mudando várias vezes de direção.

Além desses, existem ainda outros menos utilizados, como bandada, ninhal e avifauna.

Bando: coletivo genérico

Bando é um coletivo genérico, ou seja, é usado para indicar um conjunto de animais ou de pessoas de forma indiscriminada. 

Assim, é importante especificar, para que não haja dúvidas que esse coletivo indica um conjunto de pássaros:

  • bando de pássaros; 
  • bando de andorinhas;
  • bando de pardais;
  • bando de urubus;

Além de pássaros, o substantivo coletivo bando também pode ser usado em:

  • bando de pessoas;
  • bando de gente;
  • bando de ladrões;
  • bando de criminosos;
  • bando de ingratos;
  • bando de incompetentes;

Outros coletivos de animais

Substantivos coletivos são palavras escritas no singular que indicam um conjunto de coisas ou seres da mesma espécie, transmitindo uma noção de conjunto, de coletividade.

Para indicar um conjunto de animais existem substantivos coletivos genéricos, que definem conjuntos de animais não especificados, e substantivos coletivos específicos, que definem conjuntos de animais especificados, como:

  • Vara indica um conjunto de porcos.
  • Fato indica um conjunto de cabras.
  • Enxame indica um conjunto de abelhas.

Saiba mais em: Substantivos coletivos de animais
 

Palavras relacionadas: pássaro, bando, revoada, passarada, passarinhada, passaredo, coletivo.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também