Cesárea ou cesária

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Estas duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes. A palavra cesárea se refere a uma cesariana, um tipo de parto onde o feto é extraído por um corte no ventre e útero da parturiente. A palavra cesária se refere a um aparelho usado para cortar e aparar cartão e metais.

A palavra cesárea é uma forma reduzida da palavra cesariana, que pode ter sua origem na palavra em francês césarienne ou no latim caedere, que significa cortar, fazer uma incisão. Assim, cesárea é sinônimo de cesariana, se referindo à operação cirúrgica de retirada do feto por uma incisão nas paredes do abdome e do útero materno, realizada sempre que um parto natural não é possível.

Exemplos:
Muitas mães estão optando pela cesárea.
Meu filho nasceu por cesárea no início da 39ª semana de gestação.
Os médicos fizeram uma cesárea porque o bebê e a mãe estavam em risco.

A palavra cesária pode ter sua origem na palavra em francês cisaille ou no latim cisalia, sendo uma alteração da palavra cisalha. Refere-se a uma máquina em forma de tesoura usada para cortar e aparar folhas de cartão ou metal. Cesária é sinônimo de cisalha e tesourão.

Exemplos:
Apare estas folhas na cesária.
Esta gráfica tem apenas uma cesária.

As palavras cesária e cesária são escritas de forma parecida e são pronunciadas de forma parecida, mas seus significados são diferentes. A este tipo de palavras chamamos palavras parônimas. Na língua portuguesa, existem diversas palavras parônimas: cesárea/cesária, aferir/auferir, imergir/emergir, diferido/deferido, discriminar/descriminar, iminente/eminente, retificar/ratificar, entre outras.

Atenção!
Existem também as palavras cesáreo e cesariano que se referem ao imperador romano Júlio César.

Palavra relacionada: cesárea.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas