Cedente ou sedente

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Estas duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes. A palavra cedente se refere a algo ou a alguém que cede, que faz cessão e a palavra sedente se refere a alguém que tem sede.

A palavra cedente tem sua origem na palavra em latim cedentis, particípio de cedere, devendo assim ser escrita com c inicial. Refere-se a algo ou a alguém que cede ou faz cessão. É uma palavra muito utilizada no âmbito jurídico.

Exemplos:
Cedente é a pessoa que cede um direito do qual é titular.
Juridicamente, um cedente cede seus direitos ou deveres a outra pessoa.

A palavra sedente tem sua origem na palavra em latim sitiente, devendo assim ser escrita com s inicial. Refere-se a quem tem sede, estando sedento, sequioso, sitibundo. É uma palavra mais utilizada numa linguagem poética.

Exemplos:
Implorou por água porque estava sedente.
Que calor! Eu já não me lembrava de me sentir assim tão sedente.

Cedente e sedente são adjetivos uniformes, ou seja, de dois gêneros, que apresentam sempre a mesma forma, quer no gênero feminino, quer no gênero masculino (o homem cedente/a mulher cedente; o refugiado sedente/a refugiada sedente). Na língua portuguesa, os adjetivos terminados em –e são adjetivos uniformes: excelente, doce, triste, terrestre, leve, pobre, competente, entre outros. A palavra cedente pode ainda ser aplicada como um substantivo de dois gêneros: o cedente/a cedente.

As palavras cedente e sedente apresentam a mesma fonética, ou seja, são pronunciadas de forma igual, mas os seus significados e escritas são diferentes. A este tipo de palavras chamamos palavras homófonas. Na língua portuguesa, existem diversas palavras homófonas: cedente/sedente, arrochar/arroxar, conserto/concerto, cela/sela, sinto/cinto, cozer/coser, acento/assento,…

Palavras relacionadas: cedente, sedente.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também