Absurdo ou abisurdo

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

A forma correta de escrita da palavra é absurdo. A palavra abisurdo está errada. Devemos utilizar a palavra absurdo sempre que quisermos referir o que é contrário à racionalidade, ordem, bom senso, lógica. Refere-se a alguma coisa inaceitável, despropositada, irrealizável.

A palavra absurdo tem sua origem na palavra em latim absurdu, devendo assim ser escrita sem i entre as consoantes b e s. Também a palavra absurdamente, cognata de absurdo, deverá ser escrita sem i entre as consoantes b e s.

Absurdo é uma palavra trissílaba (ab-sur-do). O encontro das consoantes b e s é um encontro consonantal imperfeito, dado que as duas consoantes não se encontram na mesma sílaba. O b é uma consoante muda e deverá ser pronunciada sem a inclusão da vogal i.

Exemplos:
As decisões tomadas pelo governo são um absurdo.
O que você está me pedindo para fazer é um absurdo. Por mais que eu queira, eu não consigo.
Alice no País das Maravilhas é uma história que se insere na temática do absurdo.

Fique sabendo mais!
Existe uma parte da fonética que trata da correta articulação dos grupos vocálicos e dos fonemas consonantais. Chama-se ortoépia. No caso de absurdo, erradamente se pronuncia um i juntamente com a consoante b.

Palavra relacionada: absurdo.


Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também