Abaixo ou a baixo

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de Português

Abaixo indica uma posição inferior, um lugar menos elevado:

  • informação abaixo;
  • mencionado abaixo;
  • segue abaixo;
  • ir abaixo;
  • vir abaixo;
  • ladeira abaixo;
  • goela abaixo;
  • abaixo de mim.

A baixo estabelece relação com as expressões de cima ou de alto:

  • de cima a baixo;
  • de alto a baixo.

Quando usar abaixo?

Abaixo, escrito junto, deverá ser usado para indicar que algo está em posição inferior, em lugar menos elevado ou em situação de menor importância. É um advérbio de lugar e sinônimo de embaixo. 

Exemplos com abaixo

  • Quando eu era criança caí abaixo do muro do quintal do vizinho.
  • A restante informação está no link abaixo.
  • Seguem abaixo os dados necessários para a elaboração da conclusão.
  • Coloque a prateleira um pouco mais abaixo, por favor.
  • Para hoje se esperam temperaturas abaixo de zero.
  • Você acredita que meu avô caiu escada abaixo?!
  • Meu nome está logo abaixo do seu.
  • Foi tudo por água abaixo!

A palavra abaixo também é usada como interjeição que expressa protesto e reprovação:

  • Abaixo a discriminação!
  • Abaixo o racismo!

Quando usar a baixo?

A baixo, escrito separado, é usado apenas para estabelecer uma relação com as expressões “de cima” ou “de alto”, podendo ser substituído pela expressão “para baixo”:

  • de cima a baixo;
  • de cima para baixo;
  • de alto a baixo;
  • de alto para baixo.

Exemplos com a baixo

  • Na sua bicicleta, desceu o morro de cima a baixo.
  • Ele olhou o prédio de alto a baixo e decidiu entrar.
  • Meu cachorro estava tão sujo que o molhei de cima a baixo com um balde.

Nunca deverá ser escrito à baixo, com acento grave indicativo de crase, porque não ocorre crase. A expressão a baixo é formada apenas pela preposição a e pelo substantivo baixo.

Palavras relacionadas: abaixo, baixo.

Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.

Outras dúvidas

Veja também