Privilégio ou previlégio

A forma correta de escrita da palavra é privilégio. A palavra previlégio está errada. Devemos utilizar o substantivo comum masculino privilégio sempre que quisermos referir uma vantagem, uma permissão, uma oportunidade, uma licença especial, um direito de apenas algumas pessoas, sendo sinônima de licença, prerrogativa, regalia e garantia. Refere-se também a um dom natural, ou seja, a um atributo, predicado, qualidade, talento e faculdade. Pode significar também uma permissão legal de controle exclusivo, sendo sinônimo de monopólio, controle e exclusividade.

Exemplos:
Poder viajar pelo mundo é um privilégio de uma minoria.
Em tempos de aumento do desemprego, ter estabilidade no emprego é um privilégio.
Ele tem o privilégio das transações comerciais nesta zona.

A palavra privilégio tem sua origem na palavra em latim privilegium, devendo assim ser escrita com i na primeira sílaba formando a sílaba pri, nunca com e. Todas as palavras da família de privilégio deverão ser também escritas com i, bem como todas as formas conjugadas do verbo privilegiar.

Exemplos:
Palavras cognatas de privilégio: privilegiar, privilegiado, desprivilegiar, …
Verbo privilegiar - Presente do indicativo:
(Eu) privilegio
(Tu) privilegias
(Ele) privilegia
(Nós) privilegiamos
(Vós) privilegiais
(Eles) privilegiam

Atenção!
Não confundir privilégio com privilegio. Privilégio é um substantivo comum masculino e privilegio é o verbo privilegiar conjugado na 1ª pessoa do singular do presente do indicativo. A pronúncia das duas palavras é diferente. Em privilégio (pri-vi-lé-gi-o) a sílaba tônica é o lé e em privilegio (pri-vi-le-gi-o) a sílaba tônica é o gi.

Palavra Relacionada: privilégio.

Dúvidas Relacionadas

« Priorizar ou priorisar « Privilégio ou previlégio » Privilegio ou privilégio »