Jeito ou geito

A forma correta de escrita da palavra é jeito. A palavra geito está errada. Devemos utilizar o substantivo masculino jeito sempre que quisermos referir a maneira, habilidade, capacidade, disposição ou aparência de alguém ou de alguma coisa. Refere-se também a uma solução ou a uma arrumação, bem como a uma predisposição para algo. Pode significar ainda um gesto, boas maneiras, cautela e a torcedura de um músculo ou tendão. Existem diversas expressões onde a palavra jeito é utilizada correntemente, desde expressões enfáticas a expressões com conotação pejorativa. Assim, jeito é sinônimo de habilidade, aptidão, forma, costume, aparência, aspecto, caráter, feitio, solução, expediente, vocação, inclinação, torcedura, entorse, arranjo, arrumação, gesto, gesticulação, modos, maneiras, cuidado, prudência, entre outros.

A palavra jeito tem sua origem na palavra em latim jactus, particípio passado de jacere, devendo assim ser escrita com j inicial. Assim, também com j deverão ser escritas as palavras cognatas de jeito, como jeitoso, ajeitar, ajeitado, jeiteira, …

Além disso, normalmente, na língua portuguesa se escreve j antes do ditongo ei: jeito, laranjeira, cerejeira, ginjeira, desajeitado, jeitoso, queijeiro, … Contudo, existem exceções à regra, como ligeiro, passageiro e estrangeiro.

Exemplos:

  • A professora tem muito jeito para ensinar. (habilidade)
  • Eu fiz tudo ao meu jeito. (maneira)
  • A ferramenta que você me emprestou deu muito jeito. (utilidade)
  • Quando vi todas aquelas pessoas, fiquei sem jeito. (constrangimento)
  • Você não tem mesmo jeito! (conotação pejorativa ou comentário afável)
  • Depois do que aconteceu, ela ficou daquele jeito! (ênfase positiva ou negativa, apenas compreendida pelas pessoas conhecedoras da situação)
  • Durante o jogo dei um jeito no joelho. (torcedura)
  • Pelo jeito, não chegamos a tempo do início do filme. (probabilidade)
  • Antes de sair de casa, dei um jeito na porta da cozinha. (resolução de um problema).


Fique sabendo mais!
A troca entre g e j é um erro muito comum na língua portuguesa, se devendo ao fato das consoantes g e j representarem o mesmo fonema quando formam sílaba com a vogal i e com a vogal e: ge/je ou gi/ji.
Palavras com g: herege, tigela, tangerina, gengiva, rabugento,…
Palavras com j: jeito, gorjeta, traje, lojista, hoje, …

Palavra Relacionada: jeito.

Dúvidas Relacionadas