Incipiente ou insipiente

Estas duas palavras existem na língua portuguesa e estão corretas. Porém, seus significados são diferentes e devem ser usadas em situações diferentes. A palavra insipiente se refere a alguém que não tem saber nem sensatez, que é ignorante, tolo, simples. A palavra incipiente se refere a alguém ou alguma coisa que está no começo, algo inicial, principiante.

Insipiente tem sua origem na palavra em latim insipiens.
Incipiente tem sua origem na palavra em latim incipiens.

Exemplos:
Insipiente:
Ele é insipiente na defesa das suas ideias.
Ele não tem qualquer prudência, é completamente insipiente.

Incipiente:
O método de tratamento desta doença ainda é incipiente, necessitando de muitos testes.
Sou incipiente na aprendizagem do inglês.

Insipiente e incipiente são adjetivos uniformes que apresentam sempre a mesma forma, quer no gênero feminino, quer no gênero masculino. Na língua portuguesa, os adjetivos terminados em –e são adjetivos uniformes, apresentando a mesma forma no masculino e no feminino: insipiente, incipiente, triste, terrestre, leve, pobre, competente, entre outros.

As palavras insipiente e incipiente são pronunciadas da mesma forma, mas escritas de forma diferente, com significados diferentes. A este tipo de palavras chamamos palavras homófonas. Na língua portuguesa, existem diversas palavras homófonas: incipiente/insipiente, senso/censo, concelho/conselho, cozer/coser, cinto/sinto,…

Palavras Relacionadas: insipiente, incipiente.

Dúvidas Relacionadas

« Incendeia ou incendia « Incipiente ou insipiente » Incomodar ou encomodar »