Exceção ou excessão

A forma correta de escrita da palavra é exceção. A palavra excessão está errada. Devemos utilizar o substantivo exceção sempre que quisermos referir o ato de excetuar ou excluir, ou seja, referir alguém ou algo que foi excluído ou que não foi incluído, sendo sinônimo de exclusão. A palavra exceção se refere também a um desvio dos padrões convencionais, aquilo que não confirma uma regra. Significa ainda uma condição privilegiada, sendo sinônimo de privilégio, vantagem, prerrogativa e regalia.

Exemplos:

  • Toda regra tem uma exceção.
  • Todos concordaram com as medidas propostas, você foi a única exceção.
  • Todos devem comparecer na hora certa, sem exceção.


Exceção tem sua origem na palavra em latim exceptione. Todas as palavras da família de exceção (palavras que partilham o mesmo radical) são escritas com c e nunca com ss: excepcional, excepcionalmente, excepcionalidade.

Na língua portuguesa, o x pode assumir várias pronúncias, representado os seguintes fonemas: ch, cs, z, ss, s. Contudo, não tem valor fonético, não devendo soar, quando aparece nos grupos xce e xci, como em exceção e excitação.

Atenção!
Nunca confundir com a palavra excesso! Exceção e excesso não partilham o mesmo radical, são palavras distintas com significados e grafias distintas. Exceção significa o ato de excluir ou excetuar e excesso é o resultado do ato de exceder.

Exemplos:

  • Na festa de casamento comi em excesso! (Comi muito, em exagero).
  • Na festa de casamento comi de tudo, sem exceção! (Comi um pouco de tudo, provei todas as comidas).
Palavra Relacionada: exceção.

Dúvidas Relacionadas