Ceder ou seder

A forma correta de escrita da palavra é ceder. A palavra seder está errada. Existem diversas situações onde utilizamos correntemente o verbo ceder, tendo uma significação muito abrangente.

O verbo ceder se refere, principalmente, ao ato de abrir mão de alguma coisa em prol de outra pessoa, desistindo dessa coisa, renunciando ou pondo à disposição de outros. Pode significar também o ato de se dar por vencido ou de se tornar menos intenso, chegando ao fim ou perdendo sua força. Ceder se refere também ao ato de tornar mais largo ou mais solto, ou seja, ao ato de afrouxar. 

Exemplos com ceder

  • Eu queria ir ao cinema e meu irmão ao teatro, mas no final acabei por ceder. (desistir de algo em favor de outros)
  • Na fila do supermercado eu cedi meu lugar a uma senhora de idade. (dar seu direito a outra pessoa)
  • Foi tanta a chuva que o telhado da casa cedeu. (não resistir)
  • Cedi minha casa de praia a meus primos. (emprestar)
  • Tanto se esticou que o elástico das calças cedeu. (afrouxar)

Ceder é sinônimo de transferir, emprestar, renunciar, sucumbir, concordar, diminuir, acabar, afundar e alargar, entre outros.

Conjugação do verbo ceder

O verbo ceder tem sua origem na palavra latina cedere, devendo assim ser escrito com c inicial, nunca com s. Também as formas conjugadas deste verbo deverão ser escritas com c inicial.

Verbo ceder – presente do indicativo:
(Eu) cedo
(Tu) cedes
(Ele) cede
(Nós) cedemos
(Vós) cedeis
(Eles) cedem

Nota: As palavras cognatas de ceder, como cedência e cedente, deverão ser também escritas com c inicial.

Cede ou sede

Não se deve confundir a forma verbal cede com o substantivo ou forma verbal sede!

Cede:

  • Você nunca cede!
  • Meu pai sempre cede sua vez a quem precisa.

Sede:

  • Estou morrendo de sede!
  • Você sabe onde fica a sede da empresa?
  • Você quer que eu sede o seu cachorro para a intervenção?
Palavra Relacionada: ceder.

Dúvidas Relacionadas